Comecei minhas morning pages


Enquanto eu não consigo me decidir por um template mais simples, que dê atenção ao conteúdo (e não me arrependa depois), vamos escrevendo. E escrevendo aquilo que parece ser importante, que diz algumas coisas que talvez não pensamos direito. Por exemplo...

Comecei minhas morning pages. E já estou feliz justamente por estar conseguindo manter isso, pelo menos no início. Já posso ver uma diferença básica, que é a vontade de escrever mais e mais. Mesmo usando um aplicativo de cartas, que é sensacional (me patrocina?), escrever à mão mesmo, no papel e caneta, faz tanta diferença. Você poderia tentar mais, um dia, de verdade.

Estou vendo que resolvi mesmo dividir duas partes da minha escrita na vida. Uma na morning pages, que podemos considerar sim um diário, já que está ajudando a externar o que está acontecendo comigo por esses dias, mesmo eu me limitando no momento a uma página A5, e os meus pensamentos que talvez, um dia, possam ajudar alguém nessa internet.

Sim, eu sei. Está cada vez mais difícil escrever e ser notado em meio a tantas coisas que acontecem. E eu não me importo tanto com isso. Vamos dizer que isso é um hobby, que faz a diferença na minha vida e que um dia alguém vai parar por aqui e dizer "Que legal!" e continuar lendo, hahaha. Essa é a minha esperança mas um sentimento também de engajamento real, real mesmo.

Faça seu morning pages. Isso muda muito a cabeça da gente, de verdade. Se pudesse, ainda estava escrevendo, mas não é possível ainda.

Bisus!

Imagem de Kiwihug em Unsplash.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carente de amor!

É uma questão de estilo

Let it shine!