Eu não consigo ficar quieta, mesmo!


Esse talvez seja um dos momentos que eu me sinto mais feliz justamente por não ter um nome temático para o blog, com um nicho bem específico pra falar somente sobre ele. Pois é, cogitei em mudar de nome de novo, olhe só. Ainda bem que pensei bem e decidi não fazê-lo. Uma hora a gente precisa parar de inventar picuinhas que fazem as coisas ficarem mais difíceis.

Por exemplo. Algo bem difícil pra mim essa semana. Me concentrar em fazer o bendito TCC e deixar o resto de lado, pelo menos por um instante. Não está funcionando de maneira nenhuma. Dá um certo desespero no coração por causa disso e a minha ansiedade é insistente. Ela quer voltar e fazer parte de novo da minha rotina.

Eu disse não pra essa minha ex-amiga aí. Só que ela insiste em voltar de vez em quando. Olha só que tristeza. Mas está tudo sob controle, pelo menos enquanto escrevo esse texto.

Essa ansiedade é como aquela pessoa que não te deixa em paz mesmo, de jeito nenhum, nem mesmo implorando. Dá um certo desespero só de imaginar. Como lidar com esse tipo de situação? Não faço ideia, eu só ignoro até a última gota da minha paciência, que demorou pra ser construída ao longo de anos. Sim, anos. E sou nova, amadureci mais cedo que o normal. Coisas que a vida faz com a gente.

Por fim, pensei em trocar de nome, mas não vou. Talvez eu comece mais um projetinho, quem sabe. Mas um tanto mais pessoal que o que compartilho com você. Minhas tão queridas morning pages. Preciso colocar em ação, de alguma forma. Me sentar nem que seja por 5 minutos e começar a escrever, escrever, escrever sem me importar tanto com o que está sendo escrito. Falar da rotina mesmo, da vida, de como as coisas acontecem…

Já escrevo em uma revista online, grande até, e fica feliz por isso. Trata de assuntos sérios, mas de problemas da mente e do coração também. O que acho mais impressionante ainda é a capacidade do ser humano em ser tão criativo. Amo isso.

Então, por hoje é isso. Não é exatamente minha Morning Page, mas vai ter.

Bisus!

Imagem de Fátima Fuentes em Unsplash.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carente de amor!

É uma questão de estilo

Let it shine!