Migração de dados


Hey! Tanto tempo que não passo por aqui (na verdade, é meu normal mesmo, que chega a ser esperado até). Bem, passando mesmo pra saber como vão as coisas. Eu mesma, bem, estou passando por mudanças, daquelas que são difíceis de não perceber.

Estou passando por maus bocados, mas não com as pessoas. Comigo mesma. O que chega a ser pior. Justo no meu último semestre de faculdade. Eita nós, não é mesmo? São coisas que eu não imaginava que viriam tão cedo. Sempre fui tão alegre, animada... Por que será?

Acho que eu não estou sabendo lidar com notícias muito boas. Aquelas que marcam a vida da gente e definem o nosso futuro. Em agosto, no início desse mês mesmo, recebi uma devastadora, que me fez pensar em toda a minha vida. E sim, definiu praticamente os próximos anos. Sim, é animadora, grande, difícil de não ser notada. Mas, e como eu fiquei?

Sem sentimentos significativos.
E isso me matou, marcou, me deixou atordoada.
Como isso é possível?

Ainda mais eu, que possuo um perfil um tanto melancólico. Não é algo ruim, só preciso encontrar o equilíbrio em todas as minhas emoções e saber lidar com ela.

Well, me importo muito com as pessoas. O que posso fazer?
O fato aqui é que estava pensando, estava, em migrar os dados para um outro site, o Medium. Iria dar muito trabalho e li um texto que mudou completamente a minha visão de blog. Ainda mais online. Vai ser interessante, daqui há uns anos, eu parar e ler os meus textos mais antigos e perceber o quanto mudei.

Não quero fazer desse espaço um negócio, mesmo que um dia aconteça algum tipo de parceria, fotos (sonho), etc. Não é algo para se vender, se me entende.

Estava. Ainda bem que não mais.

Bisus!

Imagem de Anne Duaban em Unsplash.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carente de amor!

É uma questão de estilo

Let it shine!