Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

Coisas Frágeis 2, Neil Gaiman

Imagem
Pensem no meu autor favorito... Pois bem. Neil Gaiman.

Quando li O Oceano No Fim Do Caminho fiquei completamente apaixonada pela narrativa do autor, pela fantasia do lugar que me transportou para outro mundo, pelos sentimentos mostrados pelos personagens, pela linha de vida traçada com tanto cuidado (e resumido)... Por essas e outra se tornou um autor que recomendo muito.

Então, nessa vibe, comprei Coisas Frágeis 2 com o pensamento de ser um livro calmo, com narrativas legais - já que é um apanhado de contos e poemas - e bem fantasiosas, nada muito forte.

Me enganei completamente, acredita?
O autor, mesmo em pequenos contos e poemas traz uma enorme bagagem de coisas misteriosas, terror, aventuras... Meu Deus, que loucura que é esse livro. Pra você ver o nível, não consigo ler de uma só vez todas as histórias. Leio um e paro, deixando pro outro dia.

Não quero ter pesadelos durante a noite.

Então, você se enganou ao comprar?

Vamos dizer que eu não sabia o que tinha dentro desse livro. O …

TCC is coming...

Imagem
Agora chegou a hora de dizer com toda a certeza: está chegando a hora da minha formatura. Bem, vamos colocar assim né: meu curso é dividido por semestres, então facilita pra fazer as contas: 5 anos, 10 semestres. E um semestre apenas é para o bendito TCC (tenho sorte em poder começar antes).

Meu curso é de exatas e biológicas - Engenharia Biomédica. Faço esse curso no Inatel (Instituto Nacional de Telecomunicações) numa cidade do interior de Minas Gerais (Santa Rita do Sapucaí) e posso dizer que não é barato, maaas a qualidade é incomparável. E não estou puxando sardinha, é verdade, ainda mais para um curso de exatas, de 5 anos num Brasil desse.

Enfim, o que acha de eu dar umas dicas de TCC por aqui? Principalmente relacionadas à área de exatas/biológicas, na qual tenho mais autonomia para conversar?

Penso em fazer postagens mais simples, mais objetivas, com algumas dicas que podem ajudar bastante quem vai começar. Ponto positivo pra mim também, já que vou estar compartilhando meus a…

The care

Imagem
Eu me perco muitas vezes durante o dia e fico pensando em como Deus cuida da gente de formas diferentes. Ele permite o sofrimento, a alegria, a paz, Ele dá o cuidado, o alimento. Tudo o que precisamos.

E aqui estou eu, cabeça dura que sou, pensando em como conseguir mais e mais.

Que egoísmo e orgulho é esse, não?

Vale ressaltar que não há nenhum pecado nisso, em querer uma vida melhor. O errado é fazer desse desejo a meta da vida e esquecer o que mais importa, que é viver com Jesus e crer que Ele proverá tudo (o que não significa que devemos ficar ociosos).

Hoje, bem, venho pedir por paciência e pela fé. Sei que é muito difícil ter um desses ou os dois nos dias atuais (por mais clichê que possa parecer). Falar é sempre mais fácil.

Só que faz toda a diferença.

Creia!!!

Bisus!

Imagem de Noah Silliman em Unsplash.



Let it shine!

Imagem
E eis que aqui estamos depois do meu episódio de desabafo (sim, na postagem anterior). Não estava muito bem e me percebi mais ainda nesse momento de TPM (foi a pior até o momento). E, no dia seguinte foi pior ainda, mas não comentaremos.

Era pra esse texto ter saído logo no dia seguinte. Mesmo ruim, queria compartilhar coisas boas, mas fui impedida por motivos maiores que a minha grande vontade (sem ironias por aqui).

Nunca, jamais, deixe de ser feliz em todos os momentos do seu dia mesmo que ele esteja horrível. É difícil, eu sei, escrever é a parte mais fácil que existe. Mas tem tanta coisa boa pra fazer além de ficar 20 minutos sentada, olhando pro nada e só reclamando.
Let you shine! Your happiness, your being, your heart, your smile! Let it shine, let all shine! Sou conhecida pela minha alegria em momentos descontraídos e não descontraídos (as pessoas ficam chocadas, mas se lembram). Antes até quando estava mal sorria pra não me perguntarem. Hoje não me importo mais em demonstra…

O dia que a gente se sente um 'Ó' só

Imagem
Hoje só pode ser o dia, não é possível. E a questão é que não estou passando por estresses tremendos (que eu esteja vendo), nem por situações difíceis de nenhum tipo (graças a Deus) e muito menos chateada com alguém bem importante (até porque todos os meus amigos são amorzinhos na maior parte do tempo).

Só posso ter acordado com o pé bem esquerdo e deitado com ele mesmo ontem a noite. Acordei só o caco com aquela vontade enorme de chorar, desaparecer ou até mesmo ficar deitada na minha cama dormindo sempre que possível (aproveitando o inverno, por que não?).

Pode parecer brincadeira, mas não é. Tem muito tempo que não me sentia assim e é horrível. Como é horrível se sentir assim, ainda mais quando não tem completo controle sobre as suas emoções.

Pode ser ansiedade (meu TCC começou), pode ser algum sentimento reprimido, talvez. Bem, mulheres são complicadas. E aqui estou eu, no trabalho, querendo dar o melhor de mim hoje mesmo com minha cabeça toda atrapalhada e doída (tenho o feeling

É uma questão de estilo

Imagem
Você vai falar de moda aqui?

Quem sabe né?! Hahaha.

Estou aqui mais pra falar mesmo que se vestir do jeito que é diz muito mais sobre você do que se imagina. E isso ajuda muito as pessoas a te conhecerem do jeitinho que é. Os semelhantes atraem mais o semelhantes mesmo (só que não significa que manter pessoas diferentes por perto não é bom, é mais que bom).

Estou pensando muito ultimamente sobre o meu estilo e em como está bem diferente de antes. Bem, não é por menos. Tenho 20 e poucos anos já, hahaha. Não vou me vestir mais como se fosse uma adolescente (já está mais que na hora).

O engraçado em tudo isso, achar um estilo e deixá-lo ser visto na sua vida, é em como não conseguimos encontrar com facilidade as peças que mais nos atraem (e achar as dupes baratinhas também cansa, quando é algo de marca). Posso dizer que foi um pouco apreciada nesse sentido, já que faço crochê e consigo fazer minhas peças (em breve fotos, quem sabe?).

Ah, e tem mais uma coisa. Conhecer uma costureira é e…

Online diary

Imagem
Um dia desses eu li um texto que fez eu me sentir muito feliz. E disse: não é que ela tem razão?

Qual é o motivo de manter um blog online? Por que a gente gasta um tempinho do nosso dia pra escrever, procurar assuntos e colocar eles pra que os outros leiam?

O que eu li e me fez abrir os olhos foi: o blog é uma linha do tempo online, nele a gente coloca as coisas que se passam no nosso dia a dia, na nossa cabeça para que sejam vistos anos depois e percebamos por tantas coisas que passamos.

O blog é como uma rede social online, mas escrita por nós da maneira que queremos. Não exatamente um Facebook, um Twitter ou um Instagram. É um conjunto de todos eles vistos do nosso ponto de vista.

Nada mais verdadeiro, não é?

Estou mais animada para escrever aqui depois disso? Com certeza e sempre estive, hahaha. A diferença é que eu sei mais sobre mim do que sabia antes. E isso é importante: se conhecer.

Tenho aprendido tanto, mas tanto lendo e compartilhando minhas impressões, emoções que não se…