Um novo jeito de pensar - B. Saphy, by Divana Barbosa

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Um novo jeito de pensar


Estive pensando, por esses dias, qual é o meu objetivo por aqui. E não é porque estou insatisfeita com o blog. De maneira nenhuma! Estou muito feliz com os resultados que tenho alcançado e pelas pessoas que tenho conhecido também!

Não sei se percebeu, mas tem uma leva de textos aqui, todos um tanto recentes de acordo com a minha frequência de postagens, que dizem muito sobre escrever o que gosta, o que te inspira e como se as pessoas não te conhecessem para ser o mais verdadeiro possível. E é isso que eu tenho tentado passar: eu.

Eu tenho meus 20 e poucos anos, com muitas fases de alegria, energia, desespero e solidão, como qualquer outra pessoa. E tenho procurado passar para quem lê o que estou sentindo no momento. Quero tornar a mensagem mais verdadeira.

Conheço pessoas que transbordam sentimentos nos seus textos. E não porque as vi pessoalmente. Não, eu as vi pelo que escrevem, e me fazem pensar todos os dias sobre conseguir passar um pouco de mim por aquilo que eu faço no dia a dia.

Às vezes você pode pensar como é perigoso se tornar tão transparente hoje, mostrando o que sente e o que emociona. Em como as pessoas podem se aproveitar disso e não deixarem as oportunidades virem até você, pegando-as para si.

Eu não me importo tanto com isso. Acredito que nesse mundão cada dia mais superficial, é de um pouco de generosidade, honestidade, de transparência que as pessoas precisam. E não é viver nas redes sociais mostrando a sua opinião sobre as coisas (até porque de tanto que se tem ninguém está ligando mais)! É de mostrar aqui, nessa página de um blog pequeno na internet, o que te faz feliz e compartilhar da sua alegria para que todos, um dia, leiam e, talvez, se identifiquem.

Então, o estrago estará feito e um monte de pontinhos de luz podem surgir em uma rua qualquer, trazendo mais esperança, amor e transparência para o que realmente importa.

Mil beijos, corações, e queijos também.  



"Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens."Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte.
E, também, ninguém acende uma candeia e a coloca debaixo de uma vasilha. Pelo contrário, coloca-a no lugar apropriado, e assim ilumina a todos os que estão na casa.
Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus".
Mateus 5:13-16 | Matthew 5:13-16