Ser Cristão: Quero estudar a Bíblia, mas como faço? - B. Saphy, by Divana Barbosa

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Ser Cristão: Quero estudar a Bíblia, mas como faço?


Oi gentem!!! Vamos falar de um assunto que nem todos fazem, muitos querem fazer, mas que a preguiça às vezes toma conta e até mesmo algo mais “interessante” aparece, não é mesmo ~nem tinha que ser assim, só que né...~? Mas pra isso não acontecer o segredo é começar a estudar desde já, nem que sejam 20 minutinhos por dia. Vai fazer uma grande diferença depois. É o caso de virar um hábito.

O que estou tentando dizer é que é bom a gente se acostumar a fazer isso todos os dias porque, caso não seja feito no momento oportuno, hoje, a fé vai esfriar depois... Então, não vai mais conhecer ao Deus que quer servir, não vai passar de uma fase da sua vida que procurou deixar boa parte dos seus erros de lado e seguir a um Deus que a tudo perdoa e que deixou o Seu Filho Jesus morrer na cruz por nós.

Então vamos a algumas dicas para que o estudo se torne interessante e o melhor, instrutor na sua fé.

1. Comece estudando sobre Jesus.

Eu sei que você sabe muitas coisas sobre Jesus, mas acredite que o que você sabe realmente é só um resumo bem pequeno de tudo o que Ele fez. Tem muito mais a se descobrir e você vai gostar bastante disso.

Dentro desse tema então, comece lendo a carta de Mateus ou Marcos ou Lucas ou João. Todos são evangelhos e falam de Jesus. (E Lucas foi um médico \o/).

2. Depois, estude sobre Deus.

Agora, que tal estudar um pouco sobre o Pai depois de saber algumas coisas sobre o Filho? E não se engane, o choque cultural na leitura da Bíblia é muito grande.

Existem muitas críticas a respeito do Antigo Testamento, porque se perguntam como um Deus misericordioso envia homens para matar outros homens. Então te pergunto como as coisas funcionavam a 7, 6 mil anos atrás. Ouvimos falar de guerras, de tribos, de nações ~a Terra não tem tantos bilhões de anos gente… Não é possível isso – coisas para outra postagem, hahaha~.

Não tem como comparar a cultura hoje com a cultura daqueles anos, ainda mais ao Antigo Testamento. Então não se engane.

3. As cartas

As cartas são escritas por Paulo para algumas igrejas espalhadas pela terra e são magníficas e bastante instrutivas. A primeira carta é para os Romanos e a última que se segue é para os Hebreus. Algumas são bem curtas, mas o que elas trazem de ensino é muito enriquecedor.

4. Atos dos Apóstolos e mensagens dos seguidores de Cristo

O livro de Atos é exatamente a leitura das coisas que os apóstolos fizeram depois que Jesus os enviou para pregar por toda a terra. Acontecem muitas coisas significativas nesse livro e dá base para entender diversos livros posteriores.

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
Marcos 16:15

Agora vamos às mensagens de João até Judas, livros posteriores à carta aos Hebreus. São mensagens lindas, não se limite a lê-las, aprenda também ~assim em como todos os livros~.

5. O Apocalipse

Não aconselho a ler esse livro ainda. Ele é um mistério para muitos, embora a mensagem seja linda, cheia de esperança. A linguagem usada nele é bem metafórica e, se quiser fazer a leitura, vai precisar de pessoas que te ajudem e de livros explicativos, fica a dica.

6. O Bônus e não menos importante: a Bíblia

Você vai precisar de pessoas que caminhem com você no estudo da Palavra. Alguns trechos são um pouco confusos e são essas pessoas que vão te ajudar a encontrar um sentido naquela parte específica. Então ache alguém que queira te ajudar e que te mostre o verdadeiro caminho.

Encontre também uma versão da Bíblia que seja de fácil entendimento e também de Estudo, porque as notas ajudam bastante e os trechos destacados e as explicações entregam uma base muito legal daquilo que está escrito. Eu indico, para os iniciantes, a versão Nova Versão Internacional (NVI), porque acho que é mais completa com relação ao sentido mais antigo da Bíblia e a versão Almeira Revista e Atualizada (ARA ou RA) para a comparação de trechos e um estudo mais aprofundado. Essa tradução é a mais fiel ao grego e ao hebraico, linguagens originais dos escritores da Bíblia. Não gosto muito da Nova Tradução para a Linguagem de Hoje (NTLH), ela é mais muito mais para ler, mas alguns sentidos não batem com outras traduções depois, então fico confusa e nada funciona, hahaha. Sério, isso aconteceu enquanto estudava Romanos, então estudei com a ARA e a NVI apenas.

Acho que já escrevi bastante. Depois me conta quais traduções da Bíblia você prefere, visto que essa é uma escolha bem pessoal, ok? Estou só dando umas dicas e sobre o meu gosto pessoal.


Mil beijos e um quentinho no coração. Até a próxima,
Imagem: Pixabay.com / Editada por Divana =)