Não sou careta

Tenho certeza que você sabe disso, mas é bom reforçar: existem coisas que simplesmente não são pra gente mas as pessoas insistem. E também coisas que se você resolver tirar da sua vida não vão fazer nenhuma falta. É só pensar nas pessoas que estão perto de você e pronto, as coisas boas surgem como mágica ~mas não é mágica~.

Esse texto é mais um desabafo de coisas que eu deixei de fazer porque pensei nas pessoas que de certa forma me notam, que de certa forma me têm como exemplo, que de certa forma eu amo e quero mais que conheçam a Deus – porque esse é o meu maior objetivo de vida: apresentar a todas as pessoas a Deus sem usar palavras na maioria das vezes.

Sim, não é necessário só usar palavras. A sua vida já conta muito, porque é nela que as pessoas vão focar.

Já deixei de fazer muitas coisas. Recentemente, deixei de ir a algumas festas que não tinham muito sentido de ir. Eram apenas festas com o objetivo comum de diversão, e bem, é diversão (pelo menos no meu ponto de vista). Não tinha uma data marcante específica para isso, apenas a temática de Meio Engenheiro (nem dá pra acreditar que estou no sexto período do curso de engenharia, =D) e uma festa de alunos promovido pela faculdade.

Ah, e não estou, de maneira nenhuma, criticando nada minha gente. O que eu quero dizer é que eu não gosto de festas e estou muito feliz assim. Não gosto de balada, de festas com comemorações sem um motivo específico. Sou feliz e me divirto da maneira que eu acho que tem que ser PARA MIM e estou leve com isso, =D.

Sabe o agradar mais a Deus que aos homens? Então, tem tudo a ver com isso também. Até porque, como foi dito na postagem sobre os livros e os cristãos, tudo me é lícito mas nem tudo me convém. Então, que tal levar isso pra sua vida inteira?

Ah, e sabemos nos divertir bastante também. Isso é pra quem acha que não sabemos… Foi direto dessa vez <3.

Quero deixar bem claro que respeito tudo o que você faz, não tenho um preconceito de nada e tenho a plena certeza que você sabe exatamente o que faz e até onde as pessoas te influenciam, até mesmo para ser parte de um grupo… Tema para uma outra postagem, quem sabe.


Milhões de beijos e não tente agradar a quem não merece, mas sim a Deus.
Imagem: Unsplash | Artur Rutkowski

2 comentários

  1. Bom dia princesa. Me identifiquei muito com seu post, quando estava trabalhando nunca frequentava as festas da empresa e nunca participava de festa na casa de algumas amigas,nunca falava o motivo pelo qual eu não participava, elas não ficavam chateada, tinha amigas nossas cristãs que não perdiam uma, eu não critico, mas o fato é que eu não me sentia bem, era uma festa sem sentido para mim, muita música mudana, muita bebida, e sempre ouvia comentários de pessoas que exageraram na bebida e passaram por constrangimentos, bom não era lugar que eu me sentia bem.
    Bjs.
    http://coisasdemulhercris.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Valdejane!

      Sim, existem muitos lugares que a gente pode ir, mas cabe à nós ver se vamos nos dar bem lá ou não, principalmente quando existem coisas que você não concorda muito com relação à sua crença.

      Beijos!

      Excluir

Oi!
Deixe seu comentário aqui que ele vai ser publicado o quanto antes. Pode fazer críticas, elas são bem vindas! Mas comentários com palavras de baixo calão não serão postados.
Fiquem à vontade! Ah, e sem spam.
Küsse!