As pessoas na nossa vida


Talvez eu não tenha feito um texto tão pessoal assim antes aqui, nem em qualquer outro lugar, só que não quero falar tanto pra não parecer chata, ou coitada, nem nada. Quero dizer bastante da importância das pessoas na nossa vida e do tanto que elas fazem diferença.

Uma coisa que tenho dito muito aqui é que ninguém é perfeito, ponto. E isso é uma verdade que eu sei que você sabe muito bem, só não sei se sabe o quanto isso é importante. São os nossos defeitos que nos tornam únicos. Uma teimosia, um orgulho bom, uma vaidade adequada, um sorriso sincero, um olhar marcante. São as diferenças que nos tornam quem somos.

Hoje, bem, eu conheço um monte de gente pela fisionomia. Sou boa com isso, os nomes eu esqueço rapidinho se não ter um contato na agenda com foto ou uma conversa por mês, no mínimo. E cada uma tem uma particularidade que me faz gostar dela, querer conversar, trocar uma ideia, como dizem por aí.

E o simples fato dessas pessoas estarem comigo, conversando, faz eu me sentir um tanto única e especial também. Não quero me exaltar aqui, mas quem não gosta de ficar com os amigos? Conversar um monte e dormir tarde da noite porque o papo estava bom? Tem algo mais especial que dar a atenção e ser atendida também?

Sei que muitos são ocupados e que a mensagem enviada é respondida horas depois, talvez dias depois, hahaha? Nunca se sabe, não é? Mas se isso acontecer contigo, saiba que é importante, que você faz falta e porque as pessoas querem conversar contigo sobre diversos assuntos, que você é uma pessoa única.

Quem mais perderia alguns minutos do dia pra te dizer um oi e perguntar como está? O tempo é algo precioso hoje, muitos reclamam que não o tem, mas se ele é gasto com você, fique feliz.

Uma lição de moral? Um puxão de orelha? Longe disso, minha gente! Quero dizer que amo todos os meus amigos, todos aqueles que convivo nas semanas da minha vida, nem que seja um dia dela, ou um dia de um mês. Você faz falta!

Um beijo e um queijo S2.

Até,
Imagem: Unsplash | Ben Duchac

4 comentários

  1. Oi Di!
    Linda reflexão, principalmente porque sou do tipo de gosta de fiar sozinha, não exatamente me isolar, mas eu sei aproveitar tão bem o tempo que tenho comigo mesma que as vezes esqueço de aproveitar tão bem o tempo que tenho com outras pessoas. As vezes passa tanto tempo que a conversa acaba morrendo, né? O que me lembra que preciso responder algumas mensagens xD

    Bjs =***
    http://julicronicas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juju!
      Eu passo uma parte relativamente grande do meu tempo sozinha, então preciso de pessoas pra conversar, fico até mandando mensagens ou escrevendo no Twitter pra interagir, senão não consigo!
      Beijooos!

      Excluir
  2. Ooi, Divana! Tudo bem?
    Vou ser sincera: seu blog está nos favoritos aqui no notebook há algumas semanas, mas eu não tive "tempo" para entrar, parar e ler com atenção os seus posts. Peço desculpas haha Mas, here I am! \o/
    Eu gostei bastante do texto. Às vezes, por termos pessoas que amamos ao nosso redor, acabamos nos acostumando com aquela atenção, com o carinho, com o próprio amor. Mas, devemos sempre levar em reflexão o fato de aquela pessoa estar conosco nos dias bons e ruins; quando usam o tempinho livre para dar um simples oi ou te dar um abraço. Ótima reflexão mesmo, sempre devemos valorizar as amizades verdadeiras <3
    Beeijos e sucesso sempre, viu? Deus continue a te abençoar ricamente.

    http://www.thoughtsandadventures.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ruhh!
      É gratificante pra minha pessoa em ter você aqui e não precisa pedir desculpas não =).
      A valorização das pessoas que gostamos não deve ser nunca esquecida e deixada de lado, é nisso que penso e procuro cultivar. =)
      Beijos Ruhh!

      Excluir

Oi!
Deixe seu comentário aqui que ele vai ser publicado o quanto antes. Pode fazer críticas, elas são bem vindas! Mas comentários com palavras de baixo calão não serão postados.
Fiquem à vontade! Ah, e sem spam.
Küsse!